fbpx

Jornada ProsperaCoop – Governança: como desenvolver uma cultura virtuosa?

 

Você já pensou nisso, em como desenvolver uma cultura virtuosa aí sua cooperativa, ver tudo funcionando cada vez melhor, com resultados interessantes para todos – cooperados, empregados e, também, para a comunidade? Certamente, esse questionamento já foi levantado por alguém da equipe, ou por várias pessoas diferentes, né? E o assunto tem ganhado cada vez mais destaque, ainda mais agora com os holofotes no mercado para a Agenda ESG. Pois é, em celebração ao Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito (DICC), comemorado sempre na terceira quinta-feira de outubro, a Confebras realizou a Jornada ProsperaCoop, uma série de webinars com foco nesse tema que é tão contemporâneo quanto essencial para o cooperativismo financeiro: as práticas ESG.

E no segundo dia da série, recebemos Yuri Capi, CEO Celint e ex CEO Embraer Europa e China, para mostrar como a governança faz toda diferença na estrutura de uma organização, principalmente na construção de uma cultura de sucesso.

No post de hoje, destacamos alguns pontos imperdíveis da segunda live da nossa Jornada ProsperaCoop. Confira!

O que é governança?

A governança corporativa é um conjunto de diretrizes e métodos que determina a maneira como uma organização é administrada, tendo impactos diretos em sua cultura, políticas e regulamento interno. O grande objetivo da governança, segundo Yuri Capi, é a perpetuação da organização. Para o nosso convidado, governança é uma “compreensão profunda de questões importantes, mas não urgentes da organização”, afinal, ela sempre olha para o futuro, e não para o que é urgente hoje. 

Pautada em valores como transparência e confiança, uma boa governança é capaz de equilibrar poderes, gerando uma cultura saudável na organização, solidificando uma imagem positiva no mercado e dando visão de futuro a todos os stakeholders. 

Para facilitar a compreensão, Yuri trouxe os nove gatilhos que apontam para a necessidade de estruturar a governança em uma organização. Acompanhe com a gente e avalie se, na sua cooperativa, está na hora de trabalhar nesse sentido e desenvolver melhor a governança!

Os nove gatilhos da evolução da governança

  1. Sucessão: nenhum CEO ou diretor-presidente fica no cargo para sempre. É saudável para a cooperativa que o cargo máximo de sua gestão tenha certa rotatividade, permitindo diferentes abordagens nos rumos da organização. Quais os passos para a definição da próxima pessoa no cargo? Será que estamos formando futuros líderes para exercerem a presidência? Temos um processo claro de evolução de carreira para estimular talentos? Todas essas respostas fazem parte da governança.

  2. Governança gera confiança: organizações que possuem políticas baseada na governança possuem um rate (nível) financeiro mais alto; isso significa que sua estrutura de governança é vista de forma confiável pelo mercado, trazendo mais credibilidade para a instituição.

  3. A solidão do poder: o sentimento de solidão de quem exerce um cargo de CEO ou diretor-presidente é mais comum do que se imagina. Com uma responsabilidade grande de administração da organização e, em certos casos, ninguém, ou poucas pessoas, com quem trocar ou conversar, muitos altos gestores se veem obrigados a tomar decisões com pouca ou nenhuma discussão. Um processo de governança institui um conselho, o órgão perfeito para apoiar, trocar e aconselhar esta pessoa nas decisões mais desafiadoras. 

 

  1. Conflito entre sócios ou gestores: nesta situação o conselho atua como mediador de conflitos de diversos níveis; além disso, as estratégias de governança recomendam um conselheiro externo independente, que não tenha relação com a organização, o que possibilita uma gestão ainda mais justa e assertiva.

  2. Turnaround: quando uma organização quer fazer uma grande mudança em seus negócios, como ampliar sua área de atuação ou mudar seu modelo de negócios, é altamente recomendado investir, por meio de práticas de governança, em um conselho de pessoas capacitadas para auxiliar neste grande passo

  3. Estagnação dos negócios: aqui a importância do conselho está em trazer inovação para o negócio. Uma organização que precisa se reinventar deve contar com um conselho de especialistas para direcionar esse processo.

  4. Entrada de novos sócios: quando uma estrutura de governança está bem aplicada em uma organização, situações de ruptura, como a saída de um sócio ou pessoa estratégica, são planejadas a fim de passar segurança e estabilidade a todos que estão envolvidos de alguma forma com a instituição.

  5. Longevidade do negócio: a implementação de uma boa governança, de bons processos estabelecidos e uma cultura saudável auxiliam na perpetuidade da organização.

  6. Gênese de governança: é de suma importância que uma organização estabeleça sua cultura de governança já nos seus primeiros passos; uma vez que é muito mais fácil conduzir uma organização já com a cultura de governança estabelecida em vez de implementar tais processos após anos de mercado.

Viu só como o cooperativismo tem pilares importantes para estabelecer processos bem desenhados e eficazes de governança e, assim, realmente desenvolver e colocar em prática uma cultura virtuosa? O especialista no tema, Yuri Capi, compartilhou reflexões e dicas importantes para nos ajudar nesse processo. Agora é aplicar todo esse conhecimento! 

 

O ProsperaCoop 

Composto por workshops, palestras, lives, pílulas de conhecimento, curso EAD, material didático e até uma premiação no maior Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito da América Latina, o Concred, o ProsperaCoop é um programa desenhado pela Confebras para fomentar discussões sobre o tema ESG e práticas com esse foco dentro das cooperativas de crédito. 

A Jornada ProsperaCoop é uma das ações desse projeto, que ainda conta com muitas outras oportunidades de capacitação para cooperados e cooperativas! Acompanhe as nossas redes sociais e fique sempre por dentro das novidades. E, para saber mais sobre o ProsperaCoop, clique aqui!

Quer saber mais sobre como aplicar a governança no seu negócio e criar uma cultura de valor para a sua empresa? Assista aqui a live completa deste conteúdo, nosso palestrante respondeu várias perguntas dos espectadores e cooperativistas que pode te ajudar também. Toda as lives da Jornada ProsperaCoop estão disponíveis em nosso canal do YouTube.

Facebook
Twitter
LinkedIn

O que você achou desse conteúdo?

Receba nosso conteúdo por e-mail

Confira, em primeira mão, todas as novidades, notícias e informações sobre o universo do cooperativismo.
©CONFEBRAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS