fbpx

Renda fixa: investimento seguro para começar agora

Certamente se você está pensando em começar a investir já deve ter pesquisado um pouco sobre o assunto. Assim sendo, se deparou com um monte de opção que pode até ter gerado confusão. Mas calma, aqui você vai aprender sobre a aplicação de renda fixa. 

Isso porque, essa é uma das melhores opções para quem está iniciando no mundo dos investimentos. Nesse sentido, vamos detalhar um pouco sobre esse tipo de investimento, as vantagens e como começar a investir. 

 

INVESTIMENTO DE RENDA FIXA É MESMO UMA BOA OPÇÃO? 

Vale destacar, antes de qualquer coisa, que para investir não é preciso ter muito dinheiro. O investimento pode ser feito com pequenos valores e com o passar do tempo, se possível, aumentar o valor. 

Assim sendo, já sabemos que o momento de começar o investimento é agora. Mas aí você pode estar se perguntando: como e onde investir o dinheiro? 

Então, vamos para mais uma dica. Assim como dito anteriormente, os investimentos de renda fixa são ótimas opções para quem estar começando a investir. Visto que, oferecem mais segurança e são mais simples de serem compreendidos. 

 

O QUE É INVESTIMENTO DE RENDA FIXA? 

Vale destacar que, quando falamos em investimentos de renda fixa, estamos falando daqueles que permitem saber previamente o prazo previsto para resgate. Bem como a taxa usada, e assim calcular o rendimento. 

Assim sendo, após compreender sobre a renda fixa, é hora de escolher qual opção de investimento desse segmento é melhor para você. Isso porque, há várias formas de aplicações em renda fixa: Tesouro Direto, Recibo de Depósito Cooperativo (RDC), são algumas opções. Bem como, o Certificado de Depósito Bancário (CDB), Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA). 

 

COMO FUNCIONA O RDC? 

Entre as opções de investimento citadas, o RDC se destaca, e é a nossa dica de aplicação. No RDC você aplica seu dinheiro numa cooperativa de crédito, e ela te remunera de acordo com a taxa de rendimentos escolhida no momento da aplicação. 

Por ser um aplicação de renda fixa é possível, mesmo antes da aplicação, ter uma base do quanto aquele dinheiro vai te render naquele período de tempo. 

Diferente da renda variável, que implica em alguns riscos, pois a rentabilidade varia de acordo com as oscilações das taxas de juros do mercado financeiro. 

Lembrando que, quem realiza aplicações na cooperativa aumenta a participação na distribuição das sobras. Dessa forma, no fim das contas, o embolso acaba sendo maior que o esperado pela taxa de rendimento que você escolheu. 

 

COMO INVESTIR NO RDC? 

É importante lembrar que para investir no RDC você precisa ser associado de uma cooperativa de crédito. Assim sendo, a nossa dica é que você procure uma das cooperativas do Sistema CrediSIS, converse com um dos nossos atendentes, tire todas as suas dúvidas e comece a investir agora. 

Facebook
Twitter
LinkedIn

O que você achou desse conteúdo?

Receba nosso conteúdo por e-mail

Confira, em primeira mão, todas as novidades, notícias e informações sobre o universo do cooperativismo.
©CONFEBRAS | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS