Escolha uma Página

A 7ª Semana Nacional de Educação Financeira promete uma extensa e variada programação a partir desta segunda-feira (23). A abertura começa nesta segunda-feira, às 10 horas, com um painel sobre Resiliência Financeira com lideranças do Banco Central do Brasil e especialistas do setor. A programação inicia com a fala do presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, seguida da apresentação do Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF) pelo diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta do Bacen, Maurício Costa de Moura.

A moderação do painel segue às 10h20 com Fábio Augusto Guimarães Teixeira, do Departamento de Promoção da Cidadania Financeira do Banco. Será um momento único para aprender sobre a gestão consciente das finanças também com as dicas dos quatro especialistas, que estarão participando dos debates: Eduardo Amuri, consultor em Planejamento e Inteligência Financeira; Lauro Gonzalez, professor e coordenador do Centro de Estudos em Microfinanças e Inclusão Financeira da FGV; Nathália Rodrigues, administradora e orientadora financeira, e, por fim, Vera Rita de Mello Ferreira, doutora em Psicologia Econômica e Ciências Comportamentais. O painel será transmitido pelo canal do Banco Central no YouTube.

Promovida pelo Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF), a Semana é totalmente gratuita, com palestras  e atividades  sobre orçamento pessoal, previdência, investimentos, finanças e uma série de outros assuntos relacionados ao uso consciente do dinheiro.  Toda a grade de atividades está acessível em https://semanaenef.gov.br/, onde os interessados podem elencar previamente suas atividades de interesse.

São mais de 140 ações realizadas pelos membros do Fórum e seus parceiros, além de eventos promovidos por instituições que cadastram suas atividades na agenda compartilhada. A ENEF é uma iniciativa pública que reconhece a educação financeira e previdenciária como ferramenta de inclusão social, de melhoria da vida do cidadão e de promoção da estabilidade, concorrência e eficiência do sistema financeiro do País. Em 2019, mais de 14 mil ações foram promovidas, alcançando mais de 70 milhões de pessoas em todo o Brasil.

Assista ao conteúdo da live aqui: